quarta-feira, 5 de setembro de 2012

casa para morar em Paraty

Então foi hoje, dia 5 de setembro, que assinamos a escritura de um terreno em Paraty. Ao lado desta casa amarela -- onde estão as goiabeiras. No momento é só um chão de terra batida, sem paredes, sem teto, sem colchão. Vamos construir mais uma casa, o moreno e eu, seres errantes o suficiente para  combinar tacitamente que quando a gente acabar de construir a casa, a gente fecha tudo com chave e sai pra viajar.
Nós só precisamos de um lugar para voltar.
----------------------
(...) e esta viagem em busca da Ítaca perdida pode ter-se como virtualmente terminada no dia em que a própria errância toma consciência de si como errância de ninguém.
Eduardo Lourenço
citado no livro 
Escritura do Retorno
Mallarmé, Joyce e Meta-signo
de Piero Eyben
------------------------
e é por aqui que pretendemos estacionar nos próximos 20 ou 30 anos
--------------------
Nem você é Pedro nem me chamo Helena, estes são nomes de grandiosa coletividade; nós dois somos da maioria silenciosa, da insignificância, do passar-batido geral.
Não faz mal, querido, os medíocres também amam.


4 comentários:

Greicy Xavier disse...

Parabéns pelo terreno da sua futura casa, certamente vai ser linda!

olimpia disse...

Esperamos que sim, Greicy...
Obrigada pela torcida boa.
beijos

m.Jo. disse...

O bacana também foi?

olimpia disse...

O Bacana não veio... foi vendido para o dono de uma peixaria em Porto Seguro... snif