terça-feira, 8 de dezembro de 2009

as queixas do mineiro


Esse comentário veio hoje. Foi colocado sob o post "A carta do organizador da festa do reveillon."
Quem enviou mora em Minas Gerais, é um rapaz que frequenta Santo André há vários anos.
------------
"Estranho, abrir o blog de Santo André e ver uma foto de Brasília, que é exatamente o oposto...acho que o responsável pelo blog não incorporou o espírito do lugar mesmo. Lamentável. Pelo que estou acompanhando, realmente não é recomendável ir para Sto André, pelo menos em janeiro, pois a festa tende a manter o lugar inflacionado e com um tipo de turista (paulista) que não contribui com a manutenção do encanto do lugar. Acabou... "
----------
Moço, a foto de Brasília e agora as de São Paulo estão aqui no rede furada porque o blog se desloca, segue a zeladora que adora viajar, embora more em Santo André. Eu lamento se não consegui atender a sua expectativa quanto à incorporação do "espírito do lugar", mesmo morando lá há 3 anos. Se você quiser contribuir escrevendo uma notinha sobre Santo André, como você sente o povoado, qual a identidade que você enxerga lá, eu só tenho a agradecer.
Ainda gostaria de esclarecer que não tenho nada contra os paulistas (nem contra os mineiros). Caso possa lhe ajudar a encontrar um lugar para ficar em janeiro, pode contar comigo. Volto para lá na próxima semana. Você já entrou em contato com a Vera e o Nelson Zippin?
O Jambosana é uma excelente opção.

3 comentários:

Anônimo disse...

Já enviei vários comentários para este blog. Acho que não entendeu... Viajo o litoral da Bahia a anos, no reveillon, e venho acompanhando o que está acontecendo. Sou daqueles (chatos) que somente querem que as coisas da cidade de concreto não entrem cada vez mais em locais como este aí. Afinal todos tem o direito a algum tipo de preservação ambiental e "cultural" e não será com a disseminação de uma prática centrada em atender um grupo de "paulistas" AAAAAAA, que as coisas melhorarão para as comunidades. Infelizmente é um raciocínio comercial que (no fundo, no fundo) somente beneficia uns poucos que nada tem a ver com o local. Defender este tipo de coisa reforça o que disse sobre o "espírito do lugar". A maneira como falou de paulistas e mineiros (que são bastante diferentes) soou comercial. Entenda, tem gente, assim como eu ( e são muitos) que não tem paciência para isto. Você tem razão: desapontado mesmo e agora ainda mais...
Quanto ao Jambosana, tenho mantido contato com a Vera. Já fiquei lá algumas vezes.

Fernando mineiro

olimpia disse...

Caro Fernando,
Sim, notei que você já enviou outros comentários. São bem-vindos, Fernando, embora eu não seja obrigada a concordar com o seu ponto-de-vista. E vice-versa.
Aliás, você não é o único visitante de Santo André que está insatisfeito com a festa do reveillon deste ano. Houve vários depoimentos parecidos com o seu.
Embora a maioria das pessoas que moram lá, nativos ou não, aprovem a chegada de mais turistas.
Ah, eu também conheço bem o litoral brasileiro -de Paraty até o Piauí...somos viajántes, meu marido e eu.
----------
Quanto à sua observação "soou comercial"... eu acho que você não está entendendo, Fernando.
Não sou comerciante (nem ganho comissão de ninguém).
O cineminha que a gente promove é com recursos próprios. Entrada livre.
Esta festa não vai me beneficiar em nada. Nem mesmo quisemos alugar nossa casa, apesar de termos recebido propostas.
Esta questão de "espírito do lugar" é bem mais complexa do que pensa nossa vã filosofia...

domingos disse...

Perdoai-o Senhor ele não sabe o que diz...