quinta-feira, 7 de outubro de 2010

a água de Roma



There is no free lunch” é um ditado popular nos EUA. Não existe almoço grátis, há sempre algum interesse disfarçado por trás da pretensa gentileza. Por contraste podemos dizer que a água potável em Roma é (realmente) de graça –  um motivo de orgulho para os locais.
Nós, turistas, não precisamos andar nas ruas carregando a clássica garrafinha de água mineral na bolsa, nem entrar num café para refrescar a garganta. São 2500 fontes espalhadas pelas ruas da cidade.  Praticamente em cada ponto turístico, ou mesmo em simples calçadas é possível encontrar uma ou duas destas fontes com pura água potável.
São os “nasoni” (narigões), basta olhar a imagem para entender a escolha do apelido. A água (fresquinha!) vem do reservatório Peschiera, conduzida por um aqueduto subterrâneo  de 130km até as ruas da cidade.
Luxo grátis.

3 comentários:

Anna Sanseverino disse...

Olimpia,vejo que vc està se divertindo um MUNDO!!!
Aqui em Milao, nao ten "nasone" mas tem "dragone" ,que è a versao lombarda da fontezinha de àgua por todo o lado!
Aproveite bem seu tempo na capital,Roma è mesmo a cidade eterna!
Eu costumo dizer que a gente visita ela "olhando pra cima",porque o que tem de edificio mais lindo, monumento e estàtua è uma loucura,mergulho em arte ao vivo!
E o clima??? Maravilhoso!
Abraços desde Milao
Anna

m.Jo. disse...

Você está quase uma "local". Eu, que ainda não conheço a Itália, vou aprendendo com seus posts enquanto aguardo minha chance.

olimpia disse...

m.Jo.
Eu também não conheço a Itália... Só Roma, Veneza e um pouco de Florença.
Falta muito pra ver neste país tão bonito...
bjs