sábado, 19 de março de 2011

vôo de porto seguro para são paulo

O vôo entre Porto Seguro e São Paulo foi bonito de doer: o comandante escolheu a rota aérea que vai beirando o litoral. Bem mais interessante do que ver apenas mar e nuvens – isto fica monótono depois de um tempo. Porém quando se trafega perto da costa brasileira, é possível enxergar o contorno das praias, as mini-penínsulas, as ilhas, os rios barrentos que tingem o mar com o vermelho da terra, o precipício das falésias.  Nos últimos 20 minutos de vôo senti uma leve tremedeira, pois tivemos que atravessar uma muralha de nuvens do tipo cúmulos-nimbo e mesmo uma pessoa leiga como eu sabe que elas são gordas e altas porque armazenam vapor, granizo e lançam raios. O piloto veio conduzindo a aeronave com perícia, quase sem turbulência, parece que há corredores que serpenteiam no meio da montanha de nuvens e que são indicados pelos radares.
Ainda bem que desci em Guarulhos com um estoque de bom humor armazenado, pois o táxi que nos trouxe até a Vila Mariana veio se arrastando penosamente no meio da gigantesca frota de automóveis que domina as ruas da capital paulistana.  Finalmente chegamos ao prédio de apartamentos onde passamos as férias de cidade e lá estava o Caio nos aguardando. Felicidade é reencontrar filho.
Agora é recuperar da noite mal dormida (desacostumada que estou aos ruídos citadinos) e curtir a diversificada cena cultural que São Paulo oferece, não posso perder de ver as fotos de Thomas Farkas,  Alexander Rodchenko na Pinacoteca, a mostra de arte e civilização do Islã (no CCBB), umas 2 ou 3 peças e muito cinema...
ritmo do trânsito de São Paulo


3 comentários:

Cavaleiros das Trevas de Cabrália disse...

e ai sempre olhamos para seu blog e está legal de ler , colocamos um link de vcs em nosso blog parabéns vamos ajudar cabrália para condeguir ter mais respeito

olimpia disse...

Obrigada por sua visita e apoio moral...Aqui em São Paulo está meio corrido (normal daqui, não é?) e nem tenho tido tempo para atualizar.
Vou ver se trabalho no blog hoje
abraço
obrigada novamente
olimpia

Jussara disse...

Uau, atravessaram "uma muralha de nuvens do tipo cúmulos-nimbo"? Suo frio só em pensar. Ando com medo de avião, desde que peguei chuva e turbulência vindo de Brasília, ano passado. Segundo um dos comissários, a turbulência foi "leve", então não quero nunca pegar uma forte.

Tenho uma amiga que tb mora na Vila Mariana; vou pra lá na próxima semana, mas vai ser rápido, nem sei se vai dar tempo de visitar alguma exposição.