domingo, 2 de agosto de 2009

A comunidade de Santo André



Na sala do IASA onde aconteceu a última reunião da comunidade, quando elegemos as prioridades e os delegados de Santo André para acompanhar o processo do Orçamento Participativo, havia um painel com a listagem das necessidades do povoado, conforme a s indicações da própria platéia.
Refletindo sobre isto me parece que diversas reivindicações, embora pertinentes, estavam deslocadas naquele foro onde tratávamos de Orçamento.
Por exemplo:
. aumento no número dos corredores de acesso à praia de Santo André;
. redução do preço da passagem da balsa que transporta carros e passageiros de Cabrália para Santo André e outras povoações, benefício que deveria ser concedido a todos os moradores como acontece entre Porto Seguro e Arraial de Ajuda;
. estímulo e apoio financeiro aos esportes (e não apenas ao futebol);
. atuar para procurar mudar o discurso monótono e desvirtuado dos operadores de turismo que passam nas chalanas e escunas falando bobagens (desculpem-me); poder-se-ia, por exemplo, falar para o visitante sobre a riquíssima biodiversidade local (rio, mar, mangue, mata) comentar sobre a vida cultural de Santo André ou trazer aspectos curiosos da História do Brasil – afinal estamos na Costa do Descobrimento;
. cuidar do lixo da praia
E por aí vai.
O fato de que tivemos mais de 70 pessoas naquele auditório que normalmente se presta às atividades culturais do IASA (a foto é uma pequena homenagem ao excelente trabalho que a instituição vem desenvolvendo) e, principalmente, da consciência cívica, cidadã, comunitária que vem se formando justifica plenamente o fortalecimento da AMASA, a nossa associação dos moradores.
Com uma Associação atuante e inclusiva (nativos, brasileiros em geral, empresários, "gringos" educadores, o "povo da praia") poderíamos, sim, eu acredito, poderíamos atuar em prol destas reinvidações.
Precisamos nos unir para atuar de forma coesa.
A eleição da nova diretoria da AMASA ocorrerá em setembro.
Vamos parar de reclamar e procurar fazer algo de útil. No mínimo, é mais agradável e desafiador.

Um comentário: