domingo, 17 de maio de 2009

oficina de dança afro na Bahia


Mês passado houve uma oficina de danças brasileiras organizada por Vivian Lee para amigas e conhecidas nova-iorquinas. As moças viajaram milhares de quilômetros para dançar samba, lambada e maculelê em Santo André, olha que chique. Os professores, profissionais experientes, vieram de Arraial D'Ajuda (Ana Paula, Nairon).
Com aulas diárias -- começava com hidroginástica no mar -- e a participação de várias alunas locais como a Taísa, Andréa, Mona Lisa, Daniela.
O evento foi um sucesso. Com as americanas circulando pelo povoado, criou-se até a expressão "Vicky, Cristina, Santo André".
Nas palavras da Vivian:
"O último dia fiz o encerramento com a Noite Baiana, na Carmen. As alunas botaram as saias de maculelê e fizeram uma roda digna de todos os caboclos, que começou a noite com astral alto, e acabaram na Samba de Roda com música ao vivo, músicos locais mostrando bastante talento."
(Vivian, seu maculelê e seu português estão ótimos. Eu só coloquei alguns acentos.)


O músico na bicicleta é o Bambo, que a Vivian chama de "Bamboo"

Um comentário:

m.Jo. disse...

Muito chique!