quarta-feira, 10 de junho de 2009

O beijo do dia é do Edvard Munch


As telas deste pintor norueguês parecem refletir os sentimentos ligados à essência do homem. Pelo menos é o que os títulos sugerem: O Grito, Ansiedade, Melancolia, Ciúme, Separação e Desejo..Sentimentos eternos da natureza humana.
O beijo (luxúria em óleo) é de 1897.

2 comentários:

Grupo do Ateliê de Literatura disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
B. Amaro disse...

Luxúria velada pela lascívia da cortina. Bom encontrar com a sensibilidade da amiga distante-perto. Saudades!